Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um Lugar sem tempo...

Terça-feira, 01.01.08

"As quatro coisas que não voltam para trás:

A pedra atirada, a palavra dita,

a ocasião perdida e o tempo passado."

Desconheço a longitude ou a latitude, não sei o fuso horário, não  sei a duração dos dias ou das noites...desconheço esse teu endereço.

Mas tenho a certeza que estás aí...a mesma certeza que me faz escrever para te dizer o quanto estou atrasada nas palavras, a mesma certeza que tenho desses passeios calmos sem rebuliço, correria ou falta de tempo.

Sei-te agora, confortado e resignado, nesse lugar despido de muros e paredes de betão, ruas empedradas e irregulares que te custavam percorrer...sei-te nesse lugar sem janelas embaciadas e pequenas de onde já não olhavas com alegria.

Sei-te viajante feliz, pelo olhar doce com que nos espreitas...pela ternura que nos fazes sentir, sempre que tocas o nosso coração e pela certeza do encontro...

Ainda que, atrasada nas palavras tenho que te dizer, não ter aceite a tua viagem de imediato, não dei conta de preparares bagagem ou comprares  bilhete...e não tive tempo para um abraço...o mesmo tempo que me fez adiar os sentimentos...os gestos...as palavras...talvez o mesmo que levei a chorar tudo e a perdoar-me, por não me ter despedido de ti, neste cais de chegadas e partidas.

Ainda que atrasada, já te posso dizer com um sorriso, que nenhuma viagem é vã. ..nem a tua, ainda que prematura.

Aprendi,que todas as partidas, nos deixam sulcos, vincados na alma e que a data não se apaga, apenas se atenua na saudade, gravada na pedra mais dura do tempo.

Além das muitas coisas que me ensinaste, a mais importante, foi a que me enviaste, desse lugar sem nome...que recebi em envelope selado com amor e papel de um branco brilhante, de cercadura estrelada e colorida.

E numa mistura de alegria e lágrimas, leio, que, numa viagem aprendemos algo para sempre;nunca adiar ou guardar as emoções acompanhadas de palavras,porque elas ficam permanentemente em quem as recebe.

Só hoje,pai,depois de tanto tempo,te envio a resposta por escrito.No coração,sabes que já o tinha feito.Tenho tentado estar atenta a todos os que amo,prescurtar neles possíveis viagens sem bilhete ou bagagem...adivinhar abraços...já não adio as palavras quando as sinto...não quero ser surpreendida por partidas vazias...toda a viagem deve ter espaço na bagagem para o amor...para que o reencontro seja eterno.

Pai,obrigada por continuares a ensinar-me,mesmo daí...desse lugar que não sei onde fica ,mas penso-o,um lugar sem tempo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por dolce_vita às 23:23





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031